MATEMÁGICAS

MATEMÁGICAS
Como se tornar um matemágico de sucesso.

NÚMEROS

NÚMEROS
Conheça o maravilhoso universo dos números

DESAFIOS

DESAFIOS
Encontre e descubra aqui o seu nível de desafio

RECREIO

RECREIO
Matemática no recreio tem tudo a ver. Divirta-se!

Seguidores

sábado, 18 de agosto de 2012

O NÚMERO DA BESTA!!!!!

     No vasto universo dos números, há alguns deles que nós, os humanos, atribuímos aos mesmos, poderes positivos ou negativos, de sorte que, segundo certas pessoas, quem estiver encerrado em seus campos de influência, terá os seus destinos afetados por tais poderes, por exemplo, o número 13 dará uma maré de azar (mas, para Zagalo, o ex técnico da seleção brasileira de futebol, o número 13... é benéfico) para os seus usuários e o mais temido dos números... o 666, o número da besta, fará o seu portador um servo do maléfico, o Satanás, o anjo rebelde e chefe do inferno e que, no final dos tempos, marcará com um ferro em brasa, na testas dos seus servos, aquela numeração!!!!



     Eu não acredito nesses poderes positivos ou negativos para os números e aconselho que você... não seja “besta” em acreditar em tais “besteiras” inventadas por pessoas astuciosas que já se foram e que agora, isso tudo, essa crença, é “alimentada” por outras pessoas do nosso tempo e que se acham “superespertas” ( e bota esperteza nisso) para depenarem os otários!!!! E para ajudá-lo em se livrar dessa... “besteira” para pessoas “inocentes mas, crentes”nesta e em outras coisas inventadas, como os horóscopos, elementais, bruxarias, pedra filosofal, vampiros, sereias e etc!!!! 
     Vou utilizar esse número... 666, o “número da besta”, para algo mais útil para nós!!!! Vou explicar o que é... sistema de base de contagem, ou seja: a ação de contar se faz através da escolha de um certo conjunto (medida) de elementos, por exemplo, a nossa base de contagem é a BASE DEZ (base decimal), pois, contamos de dez em dez unidades para formarmos uma unidade 10 vezes maior do que a anterior!!!! A contagem usa regras e/ou normas para que combinemos os algarismos, de sorte que o posicionamento dos dígitos expressem um número, compostos em classes ( três em três algarismos da direita para a esquerda) e de ordens (cada um dígito que forma o número) numeradas a partir da direita (1ª ordem... a unidade, 2ª ordem... a dezena, 3ª ordem... a centena, 4ª ordem... a unidade de milhar, 5ª ordem... a dezena de milhar, 6ª ordem... a centena de milhar, 7ª ordem... a unidade de milhão e assim em diante) para a esquerda e de tal modo que dentro de cada uma das classes, temos da direita para a esquerda, três ordens que são... UNIDADES, DEZENAS e CENTENAS relativas a qualquer uma classe vizada.

                   Figura 01

Em qualquer base numérica que utilizemos para fazermos uma contagem de elementos, uma dezena terá uma quantidade de elementos... igual ao númro da base usada, ou seja: 
BASE 10 ==> 1 dezena ==> 10 elementos contados.
BASE 09 ==> 1 dezena ==> 09 elementos contados. 
BASE 08 ==> 1 dezena ==> 08 elementos contados. 
BASE 07 ==> 1 dezena ==> 07 elementos contados. 
BASE 06 ==> 1 dezena ==> 06 elementos contados. 
BASE 05 ==> 1 dezena ==> 05 elementos contados. 
BASE 04 ==> 1 dezena ==> 04 elementos contados. 
BASE 03 ==> 1 dezena ==> 03 elementos contados.
BASE 02 ==> 1 dezena ==> 02 elementos contados. 
Utilizamos sempre em qualquer 
BASE DE CONTAGEM, uma quantidade dos algarismos... 0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9 igual ao número dela, mas, observando-se o seguinte: 
BASE 10 ==> usamos 10 algarismos ==> 0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8 e 9. 
BASE 09 ==> usamos 09 algarismos ==> 0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7 e 8. 
BASE 08 ==> usamos 08 algarismos ==> 0, 1, 2, 3, 4, 5, 6 e 7.
BASE 07 ==> usamos 07 algarismos ==> 0, 1, 2, 3, 4, 5 e 6.
BASE 06 ==> usamos 06 algarismos ==> 0, 1, 2, 3, 4 e 5. 
BASE 05 ==> usamos 05 algarismos ==> 0, 1, 2, 3 e 4. 
BASE 04 ==> usamos 04 algarismos ==> 0, 1, 2 e 3. 
BASE 03 ==> usamos 03 algarismos ==> 0, 1 e 2.
BASE 02 ==> usamos 02 algarismos ==> 0 e 1.

Saiba que... número é uma ideia de quantidade e quando escrevemos o número... 666 estamos representando na base 10 (base decimal) essa ideia quantitativa !!!! Sendo assim, para ele e para um outro número qualquer e também escrito nessa base, só poderá em todas as ordens ( unidades simples, dezenas, centenas, unidades de milhar, dezena de milhar, centena de milhar, unidade de milhão, etc) a colocação de um do dez dos sinais gráficos ou algarismos... 0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, e 9, portanto, não deverá ser usado o 10 em nenhuma das suas ordens!!! A contagem aí, se faz de 10 em 10 ou seja: 10 unidades formam uma dezena, 10 dezenas formam centena, 10 centenas forma um a unidade de milhar ou mil, 10 unidades de milhar formam uma dezena de milhar e assim em diante, por isso, ela ser denominada de... base decimal!!!! Veja isso: 
666 = 6 x 10 ^ 2 + 6 x 10 ^1 + 6 x 10 ^ 0 e temos:
6 x 10 ^ 2 = 6 x 100 = 600 (seis centenas ou seiscentos) 
6 x 10 ^ 1 = 6 x 10 = 60 ( seis dezenas ou sescenta) 
6 x 10 ^ 0 = 6 x 1 = 6 (seis unidades simples). Obs.: 10 ^ 0 = 1. E assim fazemos:
     600
       60 
         6 
+
   ___________
     666          total!!!! 

    Agora, vamos representar o 666 em outras bases de contagens e a próxima é a base... 9!!!!! 
A base sendo o 9, então, iremos utilizar somente 9 algarismos, desde o algarismo 0 até 8 e portanto, em qualquer ordem ( unidades simples, dezenas, centenas, unidades de milhar, dezena de milhar, centena de milhar, unidade de milhão, etc) não deverá ter a presença do... 9, pois, a contagem se faz agora de 9 em 9!!!! Para essa representação, precisamos dividir inicialmente o 666 por 9 e obter o resto r da divisão, onde r deverá ser maior ou igual ao zero ou menor ou igual ao oito (0 < = r < = 8) , depois continuamos a dividir os quocientes encontrados, também por 9 para obtensão de um novo resto, até que venhamos a obter um quociente menor que o 9, quando paramos as divisões sucessivas e escreveremos o número 666 representado na base 9!!!! Então, temos:

                   Figura 02


                   Figura 03

                   Figura 04

                   Figura 05

                   Figura 06

     Pronto!!!! Utilizando-se divisões sucessivas do número 666 ( ou outro número inteiro qualquer) pelo número da base de contagem e mesmo fazemos com os quocientes obtidos ( enquanto eles forem maiores que o número da base usada), enfim, efetuamos essas divisões, até obtermos um quociente menor que a base, nesse caso , juntamos a esse valor todos os restos obtidos anteriormente e de forma regressiva, terminando com o último deles (o 1º quociente que foi obtido quando dividimos o número 666), escrevemos o número assim formado, entre parênteses, seguido por um número indicativo da base de contagem!!!!
    Obrigado, meus caros leitores!!!! Desculpem a minha franqueza, mas, o mundo é dos mais "espertos" e na minha opinião, nos tempos modernos não deveria haver mais "lugar"... para essas crendices e que na verdade , são fontes de renda para... "mui amigos" da humanidade!!!!!       

Artigos Relacionados

4 comentários:

Jairo Grossi disse...

Muito boa explicação,Valdir.
Acho que uma das bases mais importantes de hoje em dia, de todas essas que você citou, e lógico, depois da base decimal, é a base binária, que é usada nos circuitos eletrônicos dos computadores, por exemplo. Eu me lembro de que quando comecei a dar aulas, ainda de matemática, em 1990, para o Ensino Fundamental, quando a informática não estava tão disseminada como hoje em dia, não davam tanta importância ao ensino destas bases diferentes da de 10, mas hoje, pelo menos a base 2 tem que ser estudada, pois ficou muito mais "famosa".
Parabéns pela bela aula sobre bases.

Ah...quanto ao 666, não dá pra levar a sério esse negócio de satanismo. Eu gosto mais da música do Iron Maiden, e levo tudo isso pro lado do bom humor. Na introdução da música há a leitura do seguinte texto, tirado das Revelações Bíblicas.

"Woe to you, Oh Earth and Sea, for the Devil sends the
beast with wrath, because he knows the time is short...
Let him who hath understanding reckon the number of the
beast for it is a human number, its number is Six hundred and
sixty six."

Abraço.

20 de agosto de 2012 16:31
Francisco Valdir disse...

Olá, Jairo!!!!

Obrigado!!!!

É um prazer, tê-lo por aqui iluminando e enriquecendo o meu espaço!!!

Pois é, meu amigo!!!! Concordo que, de fato, a base binária, para os dias atuais, ela deverá ser... "mais vista" e estudada com mais finco!!!! Tive a ideia de continuar com a postagem, justamente para destacar a importância dessa base nos dias atuais, quando a informática e os computadores, tão onipresente em praticamente, todas as nossas ações, mas, preferi preparar uma outra postagem falando sobre isso e em muito breve deverei publicá-la no blog!!!!

Obrigado pelos elogios ao meu trabalho e a sua cooperação em enriquecê-la com o seu ótimo depoimento, além de encampar a minha luta em prol da libertação das mentes iludidas por... "estórias de trancoso" que os "espertos" antigos inventaram e... como a coisa rende dindim, é claro, que os "espertalhões" modernos continuam com tais farsas e agora... modernizadas, para escravizarem as mentes das pessoas honestas e crentes inocentes, mas, que são as "bestas" que esses "espertos" avidamente procuram no mínimo... 666 delas para se darem bem!!!! KKKKKKKKK!!!!!!!!!! Aliás, esse seu apoio à causa, não me faz nenhuma surpresa quanto a isso, pois já de longa data, sei que você já tinha me dito que combate também, essas coisas que atrapalham a vida de muitos!!!!

Um abraço!!!!!

21 de agosto de 2012 05:25
Denilson disse...

Imagine você tendo uma visão de algo que será iventado daqui a 800 anos. Você a descreveria comparando com algo que você conhece hoje. Algumas pessoas, com o passar do tempo deturparia sua visão e aí a coisa iria ficar complicada. Um sujeito teve uma visão: "Vi gafanhotos saltarem pelo meio do céu, e devorava pessoas. Os gafanhotos eram gigantes e devoravam milhares de pessoas...". Quem disse isso foi o profeta Jeremias, há mais de 3 mil anos atrás..Na verdade ele estava vendo aviões trasportando pessoas. Só isso. Imagine o quê as pessoas disseram com estas visões. Se comentário está correto com relação aos aproveitadores, que escravizam mentes. Devemos nos libertar, mas generalizar e achar que todos os que crêe são idiotas, é coisa de idiota. Há muitos porquês destas histórias terem surgidas, e certamente não é o quê você descreveu. Também sei que meu comentário não tem significado para você, pois falei de "visão", e isso não tem nada a ver com a matemática. Parabéns pela matéria.

9 de setembro de 2012 10:06
Francisco Valdir disse...

Olá, Denilson!!!!

Quero pedir desculpas para você e mais outros leitores que se julgarem atingidos pelo termo... "idiota" (enganado, um "besta") por acreditar em coisas tipo: horóscopos, bruxarias, encantamentos, seres elementais, seres apocalípticos, métodos adivinhatórios e certos desastres para o fim do mundo!!!! Todas essas coisas inventadas por pessoas "espertas" no passado, mas, para a "sorte econômica" de muitos espertos nos dias atuais, encontram "voluntários" (??????) para erguerem as suas "pirâmides", pagando-os com algo, para galgarem junto aos seus gurus... um lugar no paraíso!!!!

Esse número da "besta" a exemplo do "gafanhoto/avião"... bem que poderá ser interpretado atualmente, como sendo a implantação de chips sub-cutâneos de identificação com localização do seu portador, através do rastreamento por satélite e, sendo assim... como ficaria a opinião daqueles que... não queriam um desfecho desse modo????

Olha, meu caro, eu mesmo, embora use o rigor das certezas matemáticas, tem ocasião que exclamo: "como fui idiota para cair nisso????" e sabe por que???? Foi ter dado um voto para alguém se eleger para um cargo público acreditando nas suas promessas de campanha política, assinatura de um contrato de uma operadora de telefonia e internet de banda larga ( depois vira... garganta de baleia) que prometem 100% mas... se garantem em lhe fornecer 10% disso por que resguardadas pela lei, que a LEI é de fato justa para TODOS, que a medicina é infalível e que... todos os policiais são honestos!!!! Ou seja: para umas armadilhas armadas no passado eu sou "imune", mas para outras armadilhas, as novas, mesmo quando uso uma análise matemática, posso me dar conta que virei um... "besta", por acreditar, percebe????

Por último, quero lhe dizer que... acredito em "visões" potencialmente exequíveis, pelo menos, provadas matematicamente ou não e... por que não ( o nosso cérebro é um potentíssimo computador)???? Quer um exemplo???? De certa vez, em sonho, tive uma "visão" de que um certo número seria sorteado em uma modalidade de jogo lotérico, joguei e de fato... ACONTECEU!!!!!

Obrigado, por comentar e volte sempre!!!!

Um abraço!!!!!

10 de setembro de 2012 07:17

Postar um comentário